Dicas pra evitar o cabelo ressecado

Poluição, cloro, exposição ao sol e muita química podem deixar até o cabelo oleoso bastante ressecado. O ressecamento pode acontecer porque o pH do cabelo se alterou, as cutículas capilares estão dilatadas e desprotegidas ou porque o cabelo perdeu seu revestimento natural de gordura, ficando seco e sem brilho – inclusive, fios com comprimento superior a 10cm recebem menos nutrientes do couro cabeludo.

1º Cuidados na lavagem do cabelo

A indicação dos especialistas é que a temperatura da água seja de morna para fria no caso de cabelos ressecados. “Quando em contato com a água mais quente, a gordura que reveste o fio é removida, e ela é a responsável por deixar os cabelos sedosos”, afirma a dermatologista Tatiana. Além disso, a água muito quente abre a cutícula do cabelo, deixando-o mais suscetível ao sol, à poluição e a todos os outros agentes que ressecam os fios.

2º Dê um tempo no secador e chapinha

O calor desses aparelhos pode piorar o problema do ressecamento dos fios, por isso o indicado é que eles sequem naturalmente.

3º Invista nas ampolas de hidratação

Ampolas de tratamento e condicionadores têm uma função em comum: selar as cutículas do cabelo. “Se você usar o condicionador antes das ampolas de tratamento, ele selará as cutículas do cabelo, impedindo a ação delas”, afirma Luciano. Quando usar ampolas, abra mão do condicionador, e vice-versa.

Além disso, as ampolas não devem ser misturadas a xampus, condicionadores e cremes de hidratação. “Isso pode alterar a fórmula dos dois produtos, anulando os benefícios”, afirma Luciano Barsanti.

4º Mantenha uma rotina de cortes

Com a perda da umidade, o comprimento dos fios fica muito danificado, especialmente nas pontas. Por isso, procure cortar o cabelo sempre que observar que elas estão ásperas e quebradiças, evitando as pontas duplas.

Quando todo o comprimento das mechas está saudável, os fios conseguem aproveitar melhor os benefícios das máscaras de hidratação e nutrição, pois seus ingredientes ativos são absorvidos de forma mais eficiente.

Use chá no cabelo

Você sabia que podemos usar os chás para cuidar dos nossos cabelos? Cada um tem propriedades específicas, podem te auxiliar na redução da oleosidade, no crescimento e até para clarear o cabelo.

– Se o seu cabelo é muito oleoso, aposte no uso de chá de Urtiga, no chá de Canela e no chá Verde. Estes chás têm propriedades que equilibram o couro cabeludo, reduzindo gradualmente a oleosidade.

– Agora, se você tem o cabelo mais claro, o chá de Camomila e os chás Cítricos podem te ajudar a deixá-lo mais claro ainda.

A Camomila por si só é muito conhecida por ter esse efeito clareador dos fios e os chás cítricos iluminam o cabelo quando estão expostos ao sol.

– Se você é bem morena, mas gostaria de escurecer o seu cabelo sem o uso de tinturas, o chá de Sálvia, o chá de Henna e o chá Preto podem te ajudar.

Utilizando-os regularmente, você pode até conseguir escurecer o seu cabelo de forma semipermanente.

– Para quem sofre com a caspa, o chá de Sálvia e o chá de Manjericão são uma boa pedida.

Estas duas ervas possuem propriedades antibacteriana e também são hidratantes, ou seja, são ótimas para tratar o couro cabeludo que está com escamas e com caspa. Mas, atenção, o chá de Sálvia também tem propriedades de escurecimento do cabelo.

– Se o seu cabelo tem caído bastante, aposte no chá de Jaborandi, no chá de Bétula e no chá de Alecrim.

O chá de Jaborandi, por exemplo, tem altas propriedades que estimulam o crescimento dos fios e também para evitar a sua queda.

Por fim, para fazer seu cabelo crescer mais rapidamente, o correto é utilizar o chá de Alecrim, o chá de Jaborandi, o chá Verde e o chá Preto.

O alecrim, por exemplo, age como cicatrizantes e tem uma alta concentração de vitaminas e minerais, estimulando o crescimento e até prevenindo a queda do cabelo.